segunda-feira, 27 de abril de 2015

Educação lança ferramentas on-line para estudantes e professores da rede pública estadual

O ano letivo começa com novidade para professores e estudantes da rede pública estadual catarinense: a Secretaria da Educação lançando duas plataformas virtuais para acesso a informações, uma para os professores e outra aos estudantes. Na plataforma Professor Online (professoronline.sed.sc.gov.br), o docente terá o seu tradicional Diário de Classe digital. O estudante e seus pais ou responsáveis poderão acompanhar o desempenho estudantil pela plataforma Estudante Online (estudanteonline.sed.sc.gov.br).


A novidade foi apresentada nesta quinta-feira, 5, pelo secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, em coletiva à imprensa sobre a volta às aulas da rede estadual. Na próxima segunda-feira, 9, cerca de 550 mil alunos começam o ano letivo em 1.100 escolas públicas estaduais catarinenses.

A plataforma Professor Online poderá ser acessada exclusivamente pelos servidores e terá dados das escolas, das turmas, as ações e tarefas que serão aplicadas às suas turmas, o Diário Digital, com o registro de faltas dos alunos, e o Diário de Classe, com o registro de conteúdos.

Já Estudante Online poderá ser acessada pelo estudante e seu responsável por meio do número de matrícula e dados pessoais do aluno. Nesta plataforma será possível acompanhar o boletim, as faltas, a agenda de atividades e ainda imprimir documentos como histórico escolar, declaração da matrícula e atestado de frequência, a serem validados a partir do carimbo e assinatura do responsável na secretaria da escola.

“Nossa meta é atingir todos os estudantes e todos os pais, o que deve fazer do portal o mais acessado de todo o Governo do Estado. Pela ferramenta, os pais poderão fazer um completo acompanhamento da vida escolar do filho. A partir disso queremos melhorar ainda mais a qualidade da educação na escola”, explicou Deschamps. O secretário lembrou que cada professor abastecerá as informações referentes à sua disciplina, mas também poderá acessar o desempenho do aluno nas demais matérias cursadas. “A ferramenta vai funcionar como um constante conselho de classe on-line”, acrescentou.

O secretário também destacou os investimentos do Governo do Estado em infraestrutura. Atualmente, são 110 escolas catarinenses passando por algum tipo de obra. Além disso, por meio do cartão escolar, o Governo do Estado repassará R$ 7 milhões para todas as 1.100 unidades de ensino da rede estadual – R$ 3,5 milhões entre março e junho e outros R$ 3,5 milhões entre julho e outubro. O valor poderá ser usado pela gestão da escola para despesas de caráter emergencial, como pequenos reparos e compra de materiais de consumo predefinido, como produtos de limpeza.

Deschamps lembrou, ainda, que 2015 marca a implantação do sistema de eleição para diretores em todas as escolas públicas estaduais de Santa Catarina. No ano passado, foram realizadas eleições em 40 unidades e até o final de 2015, será realizado o processo de eleição em todas as 1.100 escolas da rede pública estadual para gestão 2016-2020.

0 comentários:

Postar um comentário