segunda-feira, 28 de março de 2016

5 PROJETOS QUE VÃO LEVAR O MINECRAFT PARA SUA SALA DE AULA

O Minecraft, jogo virtual de construção com blocos, tem uma legião de fãs de todas as idades – e, nessa lista, inclua educadores. O game, criado em 2011, fez tanto sucesso em sala de aula que a empresa passou a vender uma versão especial para escolas, o MinecraftEDU, com 50% de desconto e ferramentas especificas para educação.



Hoje, quase mil escolas em mais de 40 países utilizam Minecraft, seja como parte do currículo ou em projetos pontuais. Na Suécia, o jogo já faz parte da grade de disciplinas. As possibilidades são incontáveis: “Simuladores de construção são os mais indicados por não terem missões específicas nem enredo definido, o que estimula a criatividade”, explica Cláudio Mendes, professor da Universidade Federal de Ouro Preto que estuda o uso de games na educação. Assim, cabe aos jogadores (e seus professores) decidir o que e como construir.

Para fazer bom uso da ferramenta, o desafio é buscar intencionalidade antes de inseri-la no plano de aulas. É preciso definir quais objetivos se espera que os alunos atinjam durante o percurso e como os aprendizados serão traduzidos para o mundo real. A Geekie selecionou sete projetos em diversas disciplinas para inspirá-lo a começar:

História

A professora de história Fernanda Gonçalves Fontes, da Escola Técnica Estadual (Etec) de Mairinque, São Paulo, aproveitou a ferramenta para construir um castelo medieval. O projeto foi realizado com alunos do Ensino Médio, que pesquisaram desde o comportamento e a organização social da época até conceitos de estrutura. O Minecraft também permite fazer o download de algumas construção históricas prontas, como o Panteão Romano, para que sejam exploradas pela turma.

Matemática

Na Inglaterra, crianças da Stackpole VC School construíram uma réplica digital da própria escola usando princípios matemáticos. Divididas em duplas e trios, elas se organizaram para medir diferentes partes do prédio e calcular quantos blocos seriam necessários para montá-las no jogo. Estimar o tamanho da área externa foi outro desafio.

Química

Durante o jogo, os alunos precisam derrubar árvores para conseguir madeira e produzir papel ou escavar o solo para acumular desde carvão até ouro. Toda a matéria-prima encontrada pode ser combinada para que se obtenham novos produtos; por isso, o Minecraft pode exprimir conceitos básicos de química, como acontece em escolas na Austrália.

Geografia

Crianças de oito e nove anos da escola Richard J. Lee Elementary, nos Estados Unidos, receberam a tarefa de pesquisar diferentes biomas e reproduzi-los no mundo virtual. Pequenos grupos ficaram encarregados de construir desertos, florestas ou montanhas, descobrindo, no processo, que alguns materiais são mais escassos do que outros e como a sobrevivência se dá por meios diferentes em cada localidade. A turma também explorou temas como fontes renováveis e não-renováveis, desastres naturais típicos de cada região e princípios básicos de comércio, através da troca de materiais com os colegas.

Artes

Em São Paulo, a professora de artes Sabrina Quarentani inovou ao ensinar impressionismo à turma de Ensino Fundamental I. Ao perceber a empolgação dos alunos ao falar sobre Minecraft, ela resolveu inseri-lo em um novo projeto: em uma primeira etapa, usando o tour virtual do Google Art Project, as crianças visitaram museus ao redor do mundo. Então, utilizaram o game para montar uma galeria virtual em que os jogadores puderam passear por entre as obras.

Essas são apenas algumas das aplicações do jogo, que pode servir para explorar geometria, física ou até mesmo programação. Para além dos conteúdos, o Minecraft contribui com o desenvolvimento de autonomia, raciocínio lógico, protagonismo e educação digital – e já é usado inclusive em projetos sociais em nível global, como o Bloco por Bloco, da ONU, em que jovens são convidados a revitalizar suas comunidades.

Fonte: http://info.geekie.com.br/5-projetos-que-vao-levar-o-minecraft-para-sua-sala-de-aula/


0 comentários:

Postar um comentário